17 sinais que os bebês usam para comunicar algo quando ainda não sabem falar

Sinais que irão facilitar a vida dos pais a entender o que as crianças querem

Quando as crianças ainda são muito pequenas, elas apresentam um grande desafio para os pais notarem se algo de errado com a saúde delas está ocorrendo, ou outros fatores. É um tanto quanto difícil saber o que de fato está ocorrendo com elas.

Seria muito mais fácil se os bebês conseguissem se comunicar e contar para os seus pais o que de errado está acontecendo. Então surge a dúvida dos pais, de como entender o que o bebê desejar comunicar sem que ele diga palavras.

Especialistas explicam três maneiras básicas dos bebês se comunicarem com as pessoas ao redor e fazer com que elas entendam o que eles estão querendo dizer.

O primeiro indicativo de que algo está errado com a criança, é o choro. É a principal forma que eles encontram para informar a respeito de suas necessidades. Existem os choros específicos, como por exemplo o choro para chamar atenção quando a criança ficou muito tempo sozinha.

O choro de faminto, quando a criança quer que seu pai entenda que ela está com fome. Choro de dor, que pode indicar que algo mais grave está ocorrendo com a criança. Além de choro por processos fisiológicos, sonolento e por se sentir incomodado.Segundo as crianças passam a se comunicar através dos sons. Apesar de não saberem falar palavras claras, muitos sons comumente feitos pelos bebês podem ser interpretados e entendidos como suas necessidades. Isto foi investigado pela pediatra Piscilla Dunstan.

E por fim, poderá ser indicada através dos movimentos a necessidade da criança. Sua linguagem corporal poderá dizer muito a respeito do que ela está sentindo. Muitos dos movimentos das crianças podem indicar variadas coisas. Como por exemplo uma forma de movimentar as mãos, as pernas, e até mesmo a cabeça, pode indicar cada coisa uma situação diferente.

Um movimento muito conhecido é o de mexer os braços de forma brusca, que geralmente feito logo após as crianças levarem algum tipo de susto.

Qual sua opinião a respeito desse tema? Deixe registrado aqui o seu comentário. Ele é sempre de grandiosa importância para toda a nossa equipe e sempre auxilia no debate de temas com relevância para a nossa sociedade.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]