4 métodos estranhos e inacreditáveis usados no passado para evitar a gravidez

Métodos que vão te fazer agradecer por ter nascido na época certa.

As mulheres de hoje em dia podem dizer que estão no céu em relação ao passado, porque para elas que não desejam uma gravidez existem vários métodos contraceptivos seguros, mas nem sempre foi assim.

As mulheres do passado tiveram de enfrentar algumas situações inacreditáveis para evitar uma gravidez indesejada, os métodos contraceptivos do passado não eram tão tranquilos quantos de hoje, na verdade eram métodos um tanto estranhos e neste artigo iremos falar de alguns deles que irão fazer você dar graças a Deus por ter nascido na época certa.

Fezes de crocodilo

As mulheres do antigo Egito faziam uso de um estranho método contraceptivo que além de curioso era doloroso, elas usavam uma substancia pastosa que era feita com o excremento do crocodilo e leite azedo essa substância era introduzida na vagina.

A intenção era criar uma barreira ácida para impedir que os espermatozoides passassem e fecundassem o óvulo. Na verdade era um método anti-higiênico, imagine só o cheiro que ficava no local capaz de tirar o desejo dos mais apaixonados namorados.

Para as mulheres que relutavam em colocar as fezes de crocodilo na vagina poderiam decidir por uma mistura de mel com bicarbonato de sódio.

Pessário íntimo feminino

Esse era outro método contraceptivo estranho que foi usado no final do século 18 e no início do 19 lá pela Europa. Trata-se de um dispositivo colocado no colo do útero da mulher esse dispositivo positivo ficava lá por até 4 meses e era algo muito desconfortável.

Naquela época acreditava-se que o objeto iria impedir que os embriões se desenvolvessem no útero. O dispositivo estranho era feito de borracha, outros de metal e até de ossos, as mulheres tinham muitas infecções por causa do uso além de dor.

Pular para trás

Um ginecologista grego recomendava as mulheres no século 21 a pular para trás sete vezes e espirrar, logo depois do ato sexual para evitar uma gravidez indesejada. O ginecologista não explicava exatamente os motivos, na verdade acredita-se que pular para trás e espirrar seria uma maneira para forçar o sêmen para fora do corpo da mulher.

Preservativos de ovelhas e peixes

Na época da Revolução Inglesa de 1640 a 1688 os soldados receberam camisinhas feitas de intestino de peixes e ovelhas a intenção era evitar as doenças que se proliferavam. As estranhas camisinhas eram amarradas na base do órgão, depois de usados eram lavados para serem reutilizadas.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]