7 formas eficientes para estimular o nervo vago para diminuir a inflamação, enxaquecas, depressão e muito mais

Quando estimulado, o nervo vagal tem um forte potencial terapêutico.

É preciso excitar o nervo vago para consertar o equilíbrio correto. A Dra. Rania Ouddane disse, que esse nervo craniano, também chamado de nervo gástrico pulmonar, regula a frequência cardíaca, e digestiva e até a secreção de certos hormônios. Existem maneiras naturais de regular esse sistema nervoso.

 1 – Respiração abdominal

Essa técnica visa melhorar o tônus do nervo vago por meio da respiração. O nervo vago tem maior probabilidade de ser ativado por meio da respiração abdominal. A respiração lenta e profunda pode diminuir sua frequência cardíaca.

PUBLICIDADE

Contanto que a respiração esteja completa, reduzi-la para seis vezes por minuto, durante cinco minutos de cada vez, pode melhorar efetivamente a variabilidade da frequência cardíaca. Você deve respirar diariamente pelo nariz, para melhorar o tônus do nervo vago.

 2 – Exposições ao frio regularmente

Os métodos de exposição incluem mergulho em uma piscina fria ou crioterapia. Esses métodos atuam no sistema nervoso parassimpático e estão associados ao relaxamento, promovendo uma respiração profunda e prolongada. Também contribui para o bom funcionamento do sono e pode ativá-lo em longo prazo.

PUBLICIDADE

De acordo com o Dr. Navaz Habib, a terapia criogênica requer particularmente que regulemos nossa respiração, o que estimulará ativamente o nervo vago e causará uma resposta anti-inflamatória em todo o corpo.

É por isso que ele recomenda aplicar este método, borrifando um último punhado de água fria na cabeça e no pescoço, por um minuto para encerrar o banho. Embora possa ser difícil no início, 30 segundos são suficientes antes dos 60 segundos recomendados pelo hábito. Ao mesmo tempo, a respiração abdominal profunda deve ser realizada.

PUBLICIDADE

 3- Cante, hum

Embora possa parecer impraticável, apertar as cordas vocais ativas os nervos da parte posterior da garganta. Eles estão conectados ao nervo vago. Portanto, conforme mostrado neste estudo, a variabilidade da frequência cardíaca aumenta.

 4- Pratique ioga e Tai Chi

Em termos de estimulação do nervo vago, essas duas atividades são ideais porque ajudam a aumentar os exercícios do aparelho nervoso parassimpático.  Os pesquisadores acreditam que a prática da ioga ajuda a estimular o nervo vago aferente. Em relação à prática do Tai Chi, um estudo mostra qual ele pode melhorar a inflexão das nervuras vazia.

 5 – Ácidos graxos ômegas 3

Eles são encontrados principalmente em peixes e são eficazes para os bons funcionamentos tanto cérebro, quanto do aparelho nervoso. Como evidência, conforme mostrado neste estudo, o consumo suficiente de peixe está relacionado ao acrescentamento e exercícios as nervuras vazia e superioridade parassimpática.

 6- Coma alimentos ricos em zinco

O zinco é útil por participar na regulação da saúde mental, especialmente nos transtornos de ansiedade crônicos. Segundo estudo realizado em ratos com deficiência de zinco, acredita-se que esse mineral essencial aumenta a estimulação do nervo vago.

 7- Socializar e rir

Permitir-se a rir e se socializar pode reduzir o risco de estresse. Além disso, manter relacionamentos sociais positivos pode melhorar a entonação do vago, ao mesmo tempo em que promove emoções benéficas.

 

Escrito por Redatora Cs

Escrevo vários tipos de conteúdo, mas gosto muito de escrever notícias sobre famosos, histórias de superação e testemunhos.