7 leis mais estranhas do Brasil

Iremos mostrar 7 leis que você provavelmente não sabe que existe, ou que já existiu no Brasil, algumas até um tanto pouco´´bizarras``.

O Brasil é um dos países com maior número de população, como resultado é também um dos países com maior número de leis. São 181 mil leis em vigor, e com tantas regras a ser seguida acabamos esquecendo daquelas que são um pouco bizarras.

Não só em nosso país encontraremos essas exageradas leis, mas hoje iremos destacar apenas as brasileiras. Abaixo iremos apresentar as 7 leis mais esquisitas do Brasil, algumas até já saíram do “papel”.

1) AEROPORTO DE OVNIs:

Em 1996 foi criada a lei municipal n° 9.840/95 da cidade de Barra dos Garças (MT), que reserva um ´discoporto` para OVNIs, lógico que nunca foi usado, mas é um ponto turístico para visitantes. A lei se encontra até os dias atuais.

2) ERRO NA GRAMÁTICA:

Aprovada em 1998, pelo o prefeito de Guarujá (SP), a lei n° 2.602/98 diz que em caso de erros de ortografia em banners e cartazes, empresas pagará multa de R$ 100,00, e em outdoors a multa será no valor de R$ 500,00. O prefeito se inspirou na cidade de Pouso Alegre (MG) que também tem em vigor essa lei municipal que se encontra no n°3.306/97.

3) O QUE É PRESUNTO:

Em 1986, a câmara aprovou a lei 3.638 que explica como se ´´denomina“ o presunto. Um projeto feito por Sr. Hilário Braun.4) LEI DA MELANCIA

Na cidade de Rio Claro (SP) foi proibido o consumo e a venda da melancia, pois havia suspeita que ela transmitia febre amarela e tifo. Na mesma cidade foi proibido a criação de formigueiro em casa.

5) PROIBIDO HIPNOTIZAR PESSOAS

O ex-presidente Jânio Quadros aprovou uma lei que estabelecia a proibição da hipnose nas pessoas em 1961, a lei n° 51.009 já foi revogada em 1991 pelo ex-presidente Fernando Collor.

6) PROIBIDO A VENDA DE CAMISINHAS E ANTICONCEPCIONAIS

Na cidade de Bocaiúva do Sul, Paraná, Élcio Berti proibiu a venda de camisinhas e anticoncepcionais, por estar preocupado com o baixo índice de natalidade da cidade. A lei foi revogada após 24 horas.

7) PROIBIDO ASSISTIR PEÇAS TEATRAIS USANDO CHAPÉU

No estado de Minas Gerais, na cidade de Dom Joaquim foi sancionado a lei n° 709/2000 , 2° parágrafo, linha 71°, estabeleceu a proibição do chapéu em peças teatrais.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]