Bebê de 1 ano desenvolve reação alérgica grave a medicamento e precisa ser internada as pressas

A criança foi encaminhada a um hospital especialista em queimaduras

Um casal passou por momentos aterrorizantes com sua filha de apenas 1 aninho que precisou de atendimento medico especializado após tomar um medicamento em Anápolis no estado de Goiás

Hugo Cristiano de 38 anos e Luana são pais de Helena, e estão preocupados com a filha desde o dia 2 de setembro quando a criança teve uma reação alérgica a um remédio anticonvulsivante que havia sido receitado para ela.

PUBLICIDADE

Nos primeiros dias a bebê teve febre, logo apareceram brotoejas na pele e se espalharam rapidamente, o casal voltou com a criança para o hospital onde precisou ficar internada e o diagnóstico foi Síndrome de Stevens-Johnson.

Essa síndrome é muito rara e causa as irritações na pele devido à alergia medicamentosa, a pequena está com 72% do seu corpo comprometido e a aparecia é de queimadura de terceiro grau, precisou ser inserida uma sonda para alimentação já que a boca da criança também foi atingida.

PUBLICIDADE

A dor é intensa, mas os medicamentos que estão sendo receitados conseguem manter a criança estável, o tratamento especializado é  o mesmo que precisa ser feito para pessoas com queimaduras, e o hospital para o qual foi transferida é referência nesse sentido.

PUBLICIDADE

O remédio que causou o problema foi receitado para a criança que sofre com convulsões desde os 5 meses, esse, no entanto foi receitado recentemente já que os outros estavam sendo suspensos gradualmente pelo neuropediatra, a criança deve se recuperar assim que o medicamento sair completamente do seu corpo.

 

Escrito por Julia Carolina

Gosto sempre de trazer novidades e curiosidades para manter o publico informado no dia dia, sigo a linha de noticias infantis e voltadas ao publico materno, alem de receitas e remédios caseiros.