Câncer de colo de útero pode ser silencioso no início, mas está na quarta posição dos tumores que mais matam mulheres

O alto índice de casos de câncer de colo de útero está associado ao HPV.

O câncer de colo de útero é uma doença que se mostra muito silenciosa no início, no entanto está na quarta posição no ranking dos tumores que mais matam mulheres no país de acordo com dados do Instituto de câncer.

O alto índice de casos de câncer de colo de útero está associado ao HPV que é um vírus sexualmente transmissível considerado o maior responsável pela infecção que pode causar o câncer nessa região.

Afetando assim 80% das mulheres que tem a vida sexual ativa de acordo com os dados do Instituto Nacional de câncer. É preciso ter muito cuidado e se prevenir nas relações sexuais.

No entanto o ginecologista do hospital sírio-libanês e Albert Einstein de São Paulo disse que geralmente o HPV é o principal responsável pelo câncer de colo de útero, mas nem todos os tipos de HPV são considerados oncogênicos.

O ginecologista explicou que quando o HPV é identificado no início da infecção ele pode ser tratado antes que se transforme em um tumor cancerígeno, e pode ser identificado pelo exame Papanicolau que deve ser feito anualmente.

Se nada for feito para tratar a infecção de HPV ou ela passar despercebida nos exames preventivos pode evoluir para dois estágios se tornando um tumor maligno com potencial para se espalhar para outras células do organismo provocando sérios problemas.

As mulheres devem ter todo cuidado de fazer direitinho os exames preventivos que podem detectar a infeção em seu estado inicial.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.