Ciência explica: Água sanitária com açúcar realmente pode remover o mofo das roupas?

Pesquisadores lembram que a água sanitária fragiliza as fibras do tecido, e não recomendam o uso da mistura.

Quem é dona de casa sabe a correria que é a vida doméstica, mesmo que ela não tenha um emprego fixo fora de casa, mas ela tem o compromisso de manter a casa limpa e organizada, e as vezes quando ela só trabalha em casa, mesmo assim não é fácil, pois quem é dona de casa sabe que o serviço nunca acaba.

Mas elas tentam ao máximo achar simples combinações que podem facilitar a vida no dia a dia, pois como já citei acima, a correria não é fácil. Mas tem dicas que aprendemos no dia a dia, nas redes sociais e até com uma vizinha mesmo ou familiar mais antigo, que não são tão apropriadas e podem fazem bem para os trabalhos domésticos.

Tenho certeza que você já deve ter ouvido falar que água sanitária com açúcar tira o mofo dos tecidos, mas não se engane, pois muitos truques parecidos com esse podem fazer mal para as roupas.

A mistura consiste em usar a medida de um litro de água sanitária e uma xícara de açúcar, e com essa dosagem aplicada a mancha de mofo, ela promete sair as manchas da roupa depois de alguns minutos no molho. Este pequeno milagre temos visto sendo ensinado em vários vídeos e grupos espalhados pela internet, prometendo tirar toda a macha e afirmando não agredir os tecidos coloridos.

Especialistas em químicas não recomenda o uso dessa mistura, afirmando que ela pode sim agredir os tecidos. O hipoclorito de sódio (NAClO), mais conhecido popularmente como água sanitária, é um famoso oxidante bem conhecido e usado nas limpezas contra as bactérias, ela ataca duplamente os elementos que tem ligação com os fungos.”O fungo mais comum (aspergilus flavus) tem regiões de sua estrutura com esse tipo de ligação e a água sanitária funcionaria para reduzir as manchas”, explica o professor de química teórica Antônio Carlos Pavão, pesquisador da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco).

E qual a finalidade do açúcar? Pois então, ele serve para amenizar o poder da água sanitária, deixando a mistura menos concentrada, no intuito de não agredir os tecidos.

Essa mistura aparenta “ferver” na hora que entra em contato com o mofo, isso acontece porque na reação química entre a água sanitária e o açúcar há uma liberação de gás tóxico, que formam as bolhas no líquido do molho. Antônio Carlos Pavão chama a atenção para o risco do gás emitido, que é também liberado quando faz a mistura entre a água sanitária e vinagre. “A mistura é considerada tóxica”.

Esse pequeno truque pode até dar certo, mas nada melhor do que usar os produtos apropriados para cada situação que ele é designado, produtos de limpeza industrializados foram testados e aprovados para esses fins de uso, o ideal é usar eles, juntamente com água e sabão, para não ter a decepção de estragar algum tecido.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]