Isso é o que acontece quando você fica sem fazer amor por muito tempo

Estresse, insônia e doenças cardíacas estão entre as principais consequências.

Algumas pessoas nem imaginam, mas acontecem algumas coisas no corpo humano quando um determinado indivíduo fica muito tempo sem fazer amor.

Até mesmo a saúde de um indivíduo sofre por causa dessa abstinência. De acordo com especialistas nessa área, o impacto é realmente nada saudável para as pessoas.

Perca do bom-humor

Um dos primeiros sinais da abstinência é o mal humor. Como a pessoa não está fazendo amor ela não se sente tão relaxada quanto antes.

O ato é capaz de proporcionar uma sensação de felicidade e bem-estar. Quando se está muito tempo sem praticar tal ato, essa sensação tende a desaparecer e junto com ela o bom humor do indivíduo.

Baixa produção

Sim, a falta de amor pode afetar até na produção geral de indivíduo. Ele se sentirá menos disposto e por isso terá até o seu desempenho no trabalho afetado.

Estresse

Durante o amor o nosso organismo libera hormônios e substâncias conhecidas como substâncias do prazer, como é o caso da endorfina.
Essa substância é responsável por provocar sensação de alívio e bem-estar. Com a abstinência a produção dessa substância diminuiu e dessa forma a pessoa tende a ficar ainda mais estressada.

Além disso há um aumento na produção do cortisol, que é o famoso hormônio do estresse.  Isso pode acabar provocando doenças cardíacas e também a obesidade dependendo da predisposição genética de cada indivíduo.

Insônia

Quando a abstinência dura várias semanas é comum que o indivíduo precise começar a ‘contar carneirinhos’, para conseguir dormir. Acontece que com o passar do tempo a abstinência faz com que os níveis de oxitocina se tornem baixo no organismo. A principal consequência da baixa na produção de oxitocina é que a pessoa comece a sofrer com a insônia.

Aceleração do envelhecimento

Cientistas afirmam que pele e cabelo se tornam menos iluminados com o tempo após um período muito longo de abstinência. Eles dizem que nesse período a uma produção menor de estrogênio e afeta na saúde do cabelo e da pele.

Qual sua opinião a respeito desse tema? Deixe registrado aqui o seu comentário. Ele é sempre de grandiosa importância para toda a nossa equipe e sempre auxilia no debate de temas com relevância para a nossa sociedade.

 

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]