Medica mãe de doze filhos que morreu lutando na Ucrânia contra a invasão russa é considerada heroína nacional

Olga recebeu homenagem do governo.

A médica Olga Semidyanova, está sendo considerada heroína nacional da Ucrânia e foi homenageada pelo governo Ucraniano na última quarta-feira (16) depois que morreu em combate na linha de frente contra invasão russa em seu país.

Olga era médica e mãe de doze filhos, ela foi ferida enquanto continuava no combate mesmo depois que a maioria dos soldados de sua idade morreram.

Olga tinha 48 anos se recusou a deixar os soldados que lutavam por seu país e foi atingida em seu estômago durante um confronto violento em Donetsk, no último dia 3.

A médica morava 240 km do local onde morreu atingida no estômago. Júlia uma das filhas de Olga disse que o corpo de sua mãe ainda não foi recuperado por causa das intensas batalhas na região.

O corpo dela e de muitos soldados ainda permanecem em campo de batalha por não haver como resgatar esses corpos sem correr risco de morrer no ataque. A filha ainda disse que sua mãe conseguiu salvar os soldados até o fim.

A ucraniana já havia recebido o título de manhã heroína concedida as mães de mais de cinco filhos, pois além de 6 filhos biológicos Olga adotou 6 outros filhos que viviam em um orfanato e por isso recebeu a homenagem de mãe heroína.

Além de Olga outras vítimas da g também foram homenageadas na última quarta-feira. Lamentável essas mortes na Ucrânia.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.