Mulher carregou terra e concreto, sem saber cavou a própria cova. Foram enterradas mãe e filha no quintal de casa, diz irmã

O homem suspeito de matar a mulher e a filha dela e enterrar os corpos no quintal de casa fez as vítimas a cavarem as próprias covas, segundo relato de parente das vítimas ao Cidade Alerta, da Record TV.

Uma parente da mãe e filha que foram mortas e enterradas e os corpos foram encontrados pela polícia no quintal da própria casa, disse que a irmã cavou a própria cova.

Segundo informações Cristiane de 34 anos e Carolina de 9, foram dadas como desaparecidas no mês de novembro, mas os corpos foram encontrados pela polícia em avançado estado de decomposição em uma vala de mais de um metro de profundidade no quintal da casa onde moravam na cidade de Pompéia no interior de São Paulo.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal e os exames comprovam que a mulher foi morta por golpes de faca e a criança de 9 anos com uma pancada na cabeça.

A filha mais velha de 16 anos foi apreendida suspeita de ter envolvimento no assassinato da mãe e irmã.

A polícia acredita que ela tem um caso amoroso com o padrasto, segundo a irmã da vítima ela se separou estava carente e entrou nesse relacionamento, meses depois decidiram se casar, mas logo após terem casado o marido se afastou, agredia e ofendia constantemente.

O pai de Cristiane contou que viu a própria filha dela beijando o padrasto, mas ela não acreditou.

A irmã contou que eles estavam fazendo uma reforma e a irmã cavou a própria cova, tirou terra, preparou massa, no outro dia não trabalhou mais quem carregou a terra foi a filha, vizinhos alertaram sobre o sumiço de Cristiane, por eles não terem nenhuma informação chamou a polícia dizendo que havia um cárcere privado, foi então que descobriram que já estavam mortas e enterradas.

 

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.