“Música tocada pelo Demônio”

Maior pacto já realizado por um músico, bem sucedido do seu tempo.

Caso você já tenha ouvido falar sobre pessoas que venderam suas almas algumas vezes em troca de grandes habilidades ou poderes sobrenaturais, talvez tenha ouvido falar sobre Robert Johnson.

Este é uns dos nomes mais lembrados quando se fala de músicos que supostamente foram a encruzilhadas para realizar pactos em encruzilhadas em trabalho com o próprio demônio, mas quem foi era ele realmente?

PUBLICIDADE

Era um músico, violonista e cantor se chamava Robert Johnson ano 1911 a 1938 era melhor da época, conhecido como um dos maiores intérpretes do gênero Blues de todos os tempos.

PUBLICIDADE

Porém o grande reconhecimento da sua obra realizada só veio após sua morte, com apenas 27 anos de idade. Entre seus maiores sucessos o seus grandes hits estão “I Believe I’ll Dust My Broom” e “Sweet Home Chicago” foram as quais viraram clássicos do Blues até hoje, sendo ditados os padrões para o estilo musical.

Parte de sua mitologia da época vem da história de que Johnson ganhou o enorme talento através de um meio que era o pacto com o Diabo. Ele fala eu novo com apenas 27 anos, com grandes suspeitas de um envenenamento premeditado antes.

PUBLICIDADE

De seu tempo Robert Johnson foi o mais bem sucedido, pois mesmo após décadas após sua morte, o próprio é uns dos mais lembrados e respeitados até hoje com seu trabalho que esta vivo e ativo na música até hoje.

Escrito por Ali Santos

Oii sou o Ali Santos me siga no twitter @AliSantosOFC amo Curiosidades e Fatos Desconhecidos, farei o possível para trazer as melhores curiosidades pra vocês. 📺🏁❤