Pai flagra estranho seminu dormindo com sua filha de 17 anos no sofá da sala e tem reação inesperada

Pai encontrou sua filha de 17 anos e um estranho dormindo juntos no sofá da sala da sua casa, a reação dele?

O pai contou a história do dia em que ele acordou e viu uma cena que quase não acreditou: a filha de 17 anos de idade e um menino nu, estavam dormindo tranquilamente no sofá da sala.

Ele imaginou que os dois estariam muito cansados, trabalharam a noite toda e foi fazer o café e dizer aos outros membros da família que não fizessem barulho, pois ainda havia pessoas dormindo na casa.

A  mesa onde a família se assentava para tomar seu café estava à frente do sofá, quando todos se assentaram a mesa o pai chamou o rapaz: ‘jovem’. O menino não sabia o que fazer se levantou muito depressa a procura de suas roupas.

Venha sentar-se. Disse o homem.

Depois que o jovem se vestiu ele veio desconcertado a se sentar a mesa. O pai da jovem olhou o rapaz bem nos olhos e disse com voz bem grave, eu tenho uma pergunta para você, quase levando o jovem a desmaiar de medo. Naquele momento, era evidente que ele suava muito. Tinha gotas de suor que se formavam na testa.
Gosta de gatos? Perguntou o pai da moça.

A filha começou a contar o pai tudo sobre o rapaz, ela disse que ele era um menino que cuidava muito dela, os dois se conheciam há pouco tempo, mas ele era muito carinho e cuidava dela, sempre a buscava pela manhã para leva-la a escola.

Ele sempre estava presente quando ela precisava dele, ajudava ela com as coisas da escola e fazia de tudo para vê-la sorriso e feliz.

Ela contou que o rapaz tinha muita paciência até quando ela estava naqueles dias do mês, onde as mulheres ficam meio irritantes e complicadas de lidar.

Depois de alguns meses que o pai conheceu o jovem, seu filho veio contar ao pai algumas coisas sobre o namorado da irmã e disse que ele não tinha onde morar porque  seu pai era um homem violento e se matou, a mãe também tirou a própria vida, e quando o jovem tinha 15 anos foi morar na rua por não ter para onde ir.


Ele dormia em abrigos para os sem-abrigo, e procurava sempre fazer alguns trabalhos de construção para ter dinheiro para se alimentar.

O jovem acabou ganhando o coração, o respeito e a amizade do sogro, tanto que quando chegava a casa, chegava sorrindo e saía sorrindo, às vezes ele demorava aparecer, pois pegava algum trabalho de construção longe, e todos sentiam a sua falta.

O pai então lhe deu a chave de casa e disse que estaria o esperando todos os dias, eles preparam o quarto de hóspedes, e compraram móveis novos para o quarto e o jovem passou a viver lá.

Hoje 15 anos depois eles estão casados e tem 3 filhos, e possuem uma empresa que é muito lucrativa, o amor que o sogro dedicou ao genro o ajudou a se tornar um homem de sucesso, bem acolhido e amado por toda a família.

 

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]