Piloto sobrevoa cemitério em última homenagem ao pai apaixonado por viação: “O céu era o lugar que mais gostava”

"Com ajuda de um amigo consegui prestar esta singela homenagem a ele. Sobrevoamos o local por quase uma hora. Em determinado momento um pouco mais baixo e também em círculo, tudo foi feito em segurança e autorizado pelos órgãos competentes.

Na última sexta-feira (5) um jovem perdeu o pai para uma doença degenerativa, o enterro aconteceu no Cemitério Jardim das Palmeiras no bairro Seminário, a cerimônia de cremação foi realizada no local.

Gabriel Peixoto dos Santos de 27 anos disse que o pai era um grande exemplo para ele, era apaixonado por Viação e para se despedir do pai ele decidiu sobrevoar o cemitério com o avião.

Gabriel contou que quando o pai faleceu ele informou para os familiares que não iria participar da despedida, pensou em homenagear o pai Elton Ramos dos Santos de uma forma diferente, ele era apaixonado por Viação e por isso ele também seguiu essa profissão e a maneira que ele encontrou de dar o último adeus para o pai foi sobrevoar o local com avião.

Ele colocou o plano e prática, um amigo o auxiliou e ele conseguiu prestar essa homenagem, sobrevoou o local durante quase uma hora em círculo tudo foi seguindo as orientações e segurança, mas aquilo para ele foi emocionante, jamais irá esquecer.

Pois o pai gostava do céu era a paixão da vida dele, segundo Gabriel o pai trabalhou mais de 35 anos como Aeroviário, mas nos últimos três anos foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, ele passou uma parte do tempo em hospital tratando.

Foi um guerreiro porque queria muito viver, mas apesar da luta ele faleceu em casa, em tudo isso ele teve oportunidade de estar presente com os filhos e ter esse momento com ele, Gabriel disse que o dever foi cumprido, foi a última despedida.

Mas pode retribuir um pouco de tudo que o pai representava, o amor, a dedicação e o cuidado, a segunda paixão era o Botafogo, ele também esteve presente na despedida uma camiseta estava no avião, “tenho certeza que meu pai gostou”, finalizou Gabriel Peixoto.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.