Pilula Anticoncepcional engorda? Descubra a verdade sobre esse medicamento

Apesar de ser um medicamento muito comum e utilizado por 80% das mulheres, a pílula ainda carrega muitos mitos sobre seu efeito no organismo feminino.

O medicamento mais utilizado por mulheres, a pílula anticoncepcional ainda carrega várias dúvidas e mito sobre seu funcionamento dentro do organismo feminino. Sendo um anticoncepcional composto por uma combinação de hormônios seus efeitos colaterais pode causar uma certa confusão.

Resultado de imagem para anticoncepcional um medicamento

Não há indícios que indiquem que a pílula anticoncepcional engorde em si, o que pode ocorrer no entanto é uma possível retenção de líquido que assim pode alterar o peso da mulher que o utiliza; esse fator dá uma ideia errada sobre a relação da pílula com o ganho de peso.

A retenção de líquido pode ser confundida com o ganho de gordura corporal, mas vale lembrar que não há relação entre as duas.

O que pode causar a retenção de líquido é a ingestão de hormônio estrogênio, que pode ser facilmente resolvido com a substituição do medicamento.

A retenção de líquido pode ser resolvido com orientação médica, podendo ser indicado sessões de drenagem linfática e também uma possível substituição da pílula anticoncepcional por outra com menor concentração de hormônios; Lembrando que a diminuição de ingestão de liquido não é indicada pois pode evoluir para uma desidratação.

Imagem relacionada

Segundo o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli; é possível afirmar que a pílula não tem relação com as células de gordura, o médico aponta que uma mulher pode fazer uso da pílula e não adquirir peso se a mesma tiver uma indicação médica; e tiver como rotina de exercícios físicas e alimentação equilibrada.
Existem vários tipos de pílulas anticoncepcionais, todas com seus benefícios e efeitos colaterais. Cada mulher tem uma indicação de pílula que se adéqua ao seu organismo causando assim menor ocorrência de possíveis efeitos colaterais que desagradáveis a mulher. Sendo assim uma pílula que sua amiga utiliza pode não ter os mesmos benefícios para você.

Uma pílula anticoncepcional sem indicação médica pode causar efeitos colaterais nada agradáveis como: alterações de humor, retenção de líquido, náusea, alterações ou diminuição da libido e até mesmo uma possível gestação. Sendo assim é sempre recomendado antes de começar o uso do anticoncepcional consultar um médico ginecologista.

É muito importante prestar muita a atenção nos sinais que o seu corpo dá, eles podem indicar que possivelmente esteja na hora de trocar o anticoncepcional ou até mesmo utilizar outro método contraceptivo que contenham pouca ou nenhuma concentração de  hormônios.

Segundo a ginecologista Mariana Rosária, pilula pode sim perder o efeito; mas não existe um tempo exato para para que isso ocorra como também pode não ocorrer essa perda. Ainda segundo ela essa perda ocorre por conta de enzimas, que após longos períodos de ingestão da pilula, saturem e acabem não absorvendo adequadamente a pilula.

No entanto ela ressalta que não é uma regra, uma mulher pode utilizar a pilula por 10 anos sem que ela perca sua eficácia; como também uma mulher que utiliza a pilula a 6 meses cabe perdendo essa eficácia. Sendo assim impossível generalizar quando esse efeito varia de organismo para organismo.

 

 

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]