Policial Militar que estava dentro de casa explodida por morador sofreu queimaduras de segundo grau pelo corpo: “Mãe diz que se emocionou ao ver o filho daquela forma”

O policial militar Jekison Patrike de Lima, 30 anos, sofreu queimaduras de segundo grau no rosto e nos braços durante uma explosão em uma casa em Fartura (SP).

Jackson Patrick de Lima de 30 anos foi um dos policiais que esteve na casa que sofreu uma explosão, após o dono Ligar 3 botijões, jogar gasolina e colocar fogo.

Jackson sofreu queimaduras no rosto e no braço durante a explosão, ele foi internado em um hospital de São Paulo, a mãe do policial a dona de casa Vilma Antunes Ferreira de 53 anos disse que o filho se recuperou bem devido à gravidade daquela explosão.

Ele está conseguindo se levantar e ir ao banheiro, agradece a Deus e a oração de todos por que ele está vivo e pede que essas queimaduras não compliquem.

Jackson é um dos seis policiais que atenderam a ocorrência e foram na residência no bairro Jardim da Serra na última terça-feira (5), quando entraram na casa pelos fundos houve a explosão e foram atingidos pelas chamas.

Três deles foram levado em estado gravíssimo e todos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para o hospital, Vilma pode ver o filho pela primeira vez e o encontro foi muito emocionante, pois a explosão foi terrível.

Dona Vilma disse que a situação é muito triste chegar e ver o filho queimado por estar tentando ajudar fica feliz que ninguém perdeu a vida naquela explosão, pois poderia ter sido uma catástrofe gigantesca se eles estivessem dentro da casa.

Segundo a mãe, o policial está atuando há mais de sete anos, ele jamais tinha sofrido qualquer acidente em todo o tempo de profissão, o policial mora em Coronel Macedo e trabalha em Itaguaí, ele é casado e tem dois filhos.

 

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.