Por causa das lambidas de seu cão de estimação homem teve mãos e pés amputados, entenda

Homem contrai bactéria através da lambida de seu animalzinho de estimação e tem pés e mãos amputados.

É dito que o cão é o melhor amigo do homem, quem nunca ouviu essa frase não é mesmo? Eles são verdadeiros amigos, todo mundo deveria ter um cachorro em casa, assim ninguém iria se sentir só, eles tem o dom de nos fazer sorrir mesmo quando não temos vontade para isso.

Mas hoje iremos falar de um fato curioso que envolve os cachorros e suas lambidas. Se você é desses que ama as lambidas do seu cão precisa ler esse texto até o final.

Greg Manteufel mora em Wisconsin, nos EUA, seu cão sempre demonstrava o carinho por seu dono com as lambidas caninas, mas infelizmente algo terrível aconteceu com Greg e pelo jeito tem a ver com as lambidas do cãozinho de estimação.

No mês de Junho Greg começou a se sentir muito mal, ele começou a vomitar e ter febre, sintomas comuns de uma gripe, foi o que o homem pensou logo de imediato, mas em pouco tempo os sintomas evoluíram para uma condição mais grave .

Greg foi hospitalizado começando um luta ferrenha contra uma grave infecção provocada pela bactéria Capnocytophaga canimorsus, que é um microrganismo que faz parte da flora bucal de cães e gatos.
De acordo com os centros de zoonoses dos EUA, a bactéria C. canimorsus pode ser encontrada nas bocas de até 74% dos cachorros, e 57% dos gatos, e pode ser encontrada também em humanos

. Porém se esse organismo cair na corrente sanguínea de alguém que está com a imunidade baixa ou algum problema de saúde, as consequências podem ser devastadora. Isso pode acontecer porque a bactéria leva a um quadro grave de infecção generalizada e pode causar até uma trombose.

O corpo de Greg ficou todo coberto de hematomas, parecia até que ele havia tomado uma baita surra, e uma semana depois de sua internação infelizmente Greg teve que amputar suas mãos e pernas abaixo do joelho.

Mesmo com o tratamento feito a base dos mais fortes antibióticos, não tiveram sucesso, a infecção provocou a formação de trombos que, começaram a bloquear o fluxo sanguíneo para os membros de Greg.

Os médicos não foram capazes de reverter o quadro infeccioso e tiveram que amputar. Os médicos afirmaram que Greg contraiu a bactéria através do seu próprio cachorro, o que o deixou bem chateado, porque sempre teve seus bichinhos de estimação e jamais imaginou que poderia acontecer algo assim.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]