Você usa sapatos dentro de casa? A ciência diz que não deveria, veja os motivos

Aposto que depois de ler isso, você e toda a sua família se tornaram adeptos a deixar os sapatos do lado de fora da casa.

Em países de origem oriental, essa pratica já fazem parte da rotina, é como se fosse regra, ás pessoas não entram nas casas com sapatos.

E essa pratica vem aumentando cada vez mais em outros países também, não é difícil encontrar pessoas adeptos nos países ocidentais também.

Os japoneses por exemplo, são bem rigorosos nessa questão, segundo a tradição Japonesa, não devemos entrar com os sapatos sujos da rua dentro de casa, pois além de sujeiras eles trazem também muitas energias ruins.

Mas não é só por tradição que deve se evitar entrar dentro de casa com sapatos que vêm da rua, a Ciência por sua vez, vem tentando mostrar o porque devemos aderir esse costume também.

O fato é, que deixar os calçados na parte se fora da casa, pode evitar que espalhem pelo chão a fora cerca de 421.000 tipos diferentes de bactérias, que foram detectados presentes em 96% das solas dos sapatos.
Mesmo que olhando para o sapato, e tenha a impressão se que pareça limpinho, saiba que está bem longe disso, é o que dizem os pesquisadores da Universidade do Arizona.

Dentre essas milhares bactérias, foram encontradas as bactérias que causam a pneumonia, e também as que causam infecções nos tratos urinário e respiratório.

E vale a pena citar que uma dessas bactérias é uma bem conhecida pelos médicos: a A E. coli, é uma bactéria que habita naturalmente no intestino de humanos e de alguns animais.

Mas que em grandes quantidades pode causar problemas como gastroenterite ou infecção urinária, dependendo se o excesso de bactérias surgiu no intestino ou no trato urinário e acontecendo.

Principalmente, quando se consome água ou alimentos contaminados. germes inimigo dos alimentos e dos humanos, encontrados em banheiros públicos e fossas abertas, os coliformes fecais.
Inimigos, porque, caso ingeridos, fazem aquela bagunça em nossos estômagos e intestinos, podendo até mesmo ser letal.

Ainda na pesquisa, foi constatado que essas bactérias conseguem se fixar ao seu calçado por longas distâncias, ainda que você ande por um determinado tempo ou distância, elas continuaram ali grudadas se espalhando pelo chão da sua casa, caso chegue e resolva entrar com eles pra dentro.

Os pesquisadores dizem ainda que o nível de transferência desses microorganismos para o chão das casas varia entre 90-99% – bastante eficaz, não?

E você deve estar se perguntando qual seria a solução pra que isso não aconteça, não é? Bem, um hábito bem simples pode reduzir os números de bactérias em seus calçados.

Você pode lavar as solas dos calçados com sabão neutro com regularidade para reduzir consideravelmente o número de bactérias, além é claro de  limpar o chão regularmente, lavar os tapetes e carpetes da sua casa com vapor.

Bastante trabalhoso, não? Parece que uma solução bem mais simples, e tão eficaz quanto essas, se não a mais eficaz,  é manter os sapatos fora de casa e assim evitar a proliferação dessas bactérias por toda ca, agora a escolha e sua, você decide o que fazer.

Escrito por Paulo Da Silva

Adoro escrever sobre curiosidades e notícias diversas. Curioso por natureza, amante de internet e tecnologia. Contato: [email protected]